Como lidar com o medo de gravar vídeo

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Está difícil para você produzir vídeos? A insegurança surge só de pensar em estar na frente de câmeras ou de compartilhar seu trabalho? Saiba que você não está sozinho! Muitos produtores desse tipo de conteúdo também enfrentaram dificuldades semelhantes.

Não há nenhuma fórmula mágica para superar o medo de gravar vídeo, porém, aceitá-lo e encará-lo, são atitudes fundamentais. E sim, existem algumas estratégias para ajudá-lo nesse desafio. Quer saber mais? Acompanhe este texto!

Por que seria bom você perder o medo de gravar vídeo?

Ninguém é obrigado a nada, mas se você tem um negócio, ao deixar de lado a produção de vídeo, muitas boas oportunidades são ignoradas. Isso porque o conteúdo em vídeo é a maior tendência no marketing digital. 

De acordo com o Video Marketing Statistics 2020, 86% das pessoas gostariam de assistir mais vídeos em 2020, e 92% dos estrategistas de marketing, pretendem continuar a usar vídeos neste ano. Por quê?

Os vídeos são melhores para atrair e engajar clientes que, no Brasil, atinge a taxa de 6,74%. Quem já adota essa estratégia, constatou aumento no tráfego de seus sites, geração de leads, vendas e melhora na comunicação e entendimento de seus produtos e serviços pelo público.

Onde estão esses vídeos? Bom, não é novidade, mas o YouTube ainda é plataforma mais utilizada para hospedar esses conteúdos e, em nosso país, é a rede social mais acessada.

E agora? Está mais decidido a lidar com seu medo? Confira, a seguir, a algumas dicas!

Escolha um tema de seu interesse!

Se você já está com receio de gravar e compartilhar seus vídeos, nem pense em escolher um tema que não seja do seu interesse. Seja sobre seu negócio ou qualquer outro conhecimento que você domina, a melhor opção é essa. Será mais fácil para se sentir confortável e seguro.

Faça um roteiro

Ao definir o tema do seu vídeo, crie um um pequeno roteiro. Ele precisa ter as fases de início, meio e fim.

Na primeira fase, identifique e introduza o tema do seu vídeo. Em seguida, fale do conteúdo em si. Já na última fase, elabore alguma chamada para ação, a famosa CTA – Call to Action.

Escreva o roteiro em tópicos para facilitar sua visualização. Vá para um local tranquilo e estude-o.

Ensaie sua gravação

Com o roteiro em mente, ensaie na frente do espelho, no chuveiro, escritório, onde você preferir. Não tente ser uma pessoa que você não é. Falar com calma e de forma clara é importante, mas seja autêntico. Pense no público que você quer atingir e vá em frente.

Organize o cenário

Essa tarefa pode, inclusive, ajudá-lo a ter insights sobre o seu tema. Organize o cenário da gravação e observe a iluminação e a qualidade de imagem. Não sendo possível usar iluminação artificial, aproveite a luz natural. Em gravações com smartphones, use a câmera traseira na orientação horizontal e fixe o aparelho num tripé ou em algo que o mantenha fixo.

Grave seu primeiro vídeo, quantas vezes achar necessário

Respire fundo e comece a gravar. Procure seguir o roteiro em sua mente. Ao finalizar, veja o resultado. Você seguiu o roteiro planejado? Falou com clareza? Usou termos compatíveis com o tema? Sua postura estava boa? A linguagem corporal foi adequada? Olhou para a câmera? E o cenário e iluminação, ficaram bons?

Se você não ficar satisfeito, grave novamente e se, mesmo assim, não tiver coragem de compartilhar o seu vídeo, tudo bem. Deixe-o salvo e,nos dias seguintes, continue gravando e veja como os resultados melhoram a cada novo vídeo. Acredite, aos poucos a confiança melhora e o medo desaparece.

Saiba editar

Ficou satisfeito com seu desempenho, mas ainda assim não quer divulgá-lo devido à suposta falta de qualidade? 

Dificilmente um vídeo não é editado, por isso, aprenda a trabalhar com algum software de edição de vídeos para ter o resultado que você espera. Cortar cenas e inserir alguma arte, por exemplo, são edições básicas eficientes.

Encontre seu próprio método

É claro que essas dicas são gerais e não se aplicam a todos. Mas experimente e, o mais importante, encontre o seu próprio método para encarar a câmera com mais tranquilidade e segurança para perder o medo de gravar vídeo. 

Só tenha em mente que, para gravar cada vez melhor, é preciso começar a gravar e estar aberto a receber feedbacks, positivos e negativos. São eles que vão ajudá-lo a criar conteúdos melhores, capazes de causar impacto verdadeiro na vida do seu público.

Quer aprender mais sobre a produção conteúdo em vídeo? Conheça nosso curso de Vídeo e YouTube para negócios e se surpreenda com o ensino da Áurea Fotográfica!

Visite nossa sede em Florianópolis, saiba mais sobre os cursos, e acompanhe nosso blog para conferir mais conteúdos sobre fotografia e audiovisual!

Deixe sua resposta